Pêssego safra 2016


Pêssego

A colheita de pêssego está em andamento.

Começou com a variedade Kampai, Rubimel, Fascínio, Chimarrita, Chima.

A produção deste ano é pouca por causa do florescimento inesperado do outono passado.

Em compensação o tamanho é graúdo.

O sabor e a cor está bem.

Somente a Chima, que acabou de terminar a colheita hoje, teve problema.

Amolecimento da fruta antes do completo amadurecimento e problema de coloração.

Teve que colher meio verde...

Me parece por causa da clima.

Teve o mesmo relato do outro produtor.

Todo ano tem coisa nova, isto sem dúvida, é desafio.

Pé de Pêssego

Falando de desafio, olha, este ano é difícil.

Difícil para todo mundo, nem precisa falar do crise.

O custo de produção subiu uns dezenas %, o preço de venda caiu uns 40%...

A produção caiu também por que o pomar velho não produz como antes e o novo estão no 1º ano de colheita. Vou demorar mais três anos por aí para recuperar.

E este pêssego mudando mercado.

BRS Fascínio

Graúdo, Gostoso, sem bico e polpa firme.

Antes fazer fruta graúda precisava muito trabalho técnico.

Depois desta variedade BRS Fascínio, a fruta cresce sozinha.

Parece todo de bom, né.

Mas isso significa que aumento de oferta brusca de fruta de alta qualidade, em consequência preço cai.

Eu como pequeno produtor, aplico mais o trabalho manual e tentava colher o graúdo.

Isso era diferencial no mercado e achava no meu nicho.

Mas este ano o cenário já mudou.

Estou perdendo o nicho de mercado.

Ainda tenho a diferença.

Diferença grande.

Que colho a fruta mais madura que é mais gostosa e cheirosa.

Uma coisa que grande produtor difícil de fazer igual por sistema de trabalho mecanizado.

Mas o mercado não dão valor suficiente diante de grande oferta do similar.

Sem dúvida, estou no novo desafio.

Embalagem pêssego

Tags:

Postes em Destaque